Retalhos De Uma Memória Iluminista: Sobre O Saber, O Saber Fazer E O Saber Ser

Sinopse

Estou ousando passar para o papel para, quando mais não seja, afastando o meu egoísmo, deixar registrado que existem fatos importantes, atores destes fatos igualmente importantes e o estudo dos mesmos fatos para que se tenha uma ideia de que o centro de tudo (conhecimento) está na expressão altamente conhecida nos meios acadêmicos com o nome de iluminismo.
Por uma questão até mesmo de didática, não poderia fugir disso, pois sou professor há mais de 40 anos e fujo da ideia de ser egoísta a ponto de deixar de levar ao conhecimento dos que amam a leitura todas essas circunstâncias. Em síntese, afirmaria que tudo se resume nas três expressões: Saber, saber fazer e saber ser.
Assim, de nada adianta eu fazer uma universidade, fazer uma pós só para alimentar o meu ego. Tenho que fazê-lo para externar aos amantes do saber qual o verdadeiro sentido das três expressões acima. Saber é sumamente importante nos dias de hoje, pois se não sei nada sou. De outra parte, de que vale eu saber como se fosse uma lâmpada acesa e não repassar essa luz para as pessoas que me cercam? De outra parte, também de nada adiantaria eu saber e não saber fazer. Assim, as nossas universidades deverão sempre dar um sentido ao saber para que na sua praticidade elas tenham ganhos sociais.

Capítulos