Tecnologias Digitais Aplicadas À Educação: Os Professores Utilizam Como Ferramenta Ou Como Artefato Didático Pedagógico

Sinopse

O estudo apresentado tem como foco o professor da contemporaneidade colocado diante de um grande desafio, o de trabalhar em meio a um universo marcado não somente pelo livro ou pela linguagem verbal meramente instrucional e funcional, mas pelas linguagens complexas e híbridas; o desafio do professor comprometido com a aprendizagem e formação profissional de seus estudantes, que precisam desenvolver habilidades ligadas também ao uso de dispositivos e recursos tecnológicos digitais que fazem parte do contexto cultural dos estudantes e do mundo do trabalho. Para justificar a importância da pesquisa, volto à contemporaneidade, sociedade do conhecimento e contexto de como vivemos, ritmo de vida acelerado, excesso de informação, mudanças constantes e desafios diários. Os jovens estudantes fazem parte dessa sociedade e nasceram em plena revolução tecnológica. Observo que a sala de aula tem se transformado em um espaço cruzado por mensagens, signos e códigos que não se ajustam ou se limitam à tradição conteudista que rege a educação formal tradicional, mas à qual muitos professores ainda estão presos, exigindo destes o uso de linguagens complexas e híbridas em sala de aula, aliadas à tecnologia. Diante deste paradoxo, sociedade do conhecimento e escola, para o desenvolvimento deste livro, investiguei qualitativamente professores sem formação pedagógica e como utilizam os recursos e dispositivos tecnológicos digitais na sala de aula. Principais bases teóricas, Vygotsky e Pozo.

Capítulos

página 1 de 2