Rfid: Conceitos, Implementação E Desempenho Com Baixo Custo Computacional

Sinopse

Colisões podem ocorrer durante o processo de identificação de etiquetas RFID (Radio Frequency IDentification), quando duas ou mais etiquetas respondem às indagações do leitor ao mesmo tempo. A ocorrência de colisão impede que o leitor receba os dados das etiquetas envolvidas, reduzindo a eficiência do processo de identificação por causa dos atrasos adicionais incorridos para se resolver os conflitos de transmissão até o leitor identificar todas as etiquetas. O DFSA (Dynamic Framed-Slotted Aloha) é um protocolo de acesso ao meio comumente usado em sistemas RFID para resolução dos conflitos de transmissão. Ele é empregado com um estimador do quantitativo de etiquetas a serem identificadas. Tradicionalmente, o tamanho dos quadros é ajustado dinamicamente em função apenas do valor retornado pelo estimador. A proposta é duplamente dinâmica por contar com a dinamicidade no reajuste de tamanho de quadros do DFSA e por usar fatores multiplicativos dinâmicos no reajuste de estimativas retornadas pelo estimador utilizado no sistema RFID. As avaliações de desempenho da abordagem proposta foram realizadas através de simulação, utilizando-se três estimadores distintos e requisitos temporais do canal de comunicação no padrão ISO 18000-6 Type C.