Inclusão, Ato De Humanidade: Políticas E Práticas De Inclusão Na Educação Brasileira

Sinopse

A educação sempre foi a base de qualquer nação, sendo um dos princípios para a formação integral do homem em sociedade. Com o tempo, a educação teve que ser moldada através da renovação das práticas metodológicas para atender diversas necessidades. Hoje, sabemos que a aprendizagem e a relação entre o professor e o aluno que permeia o conhecimento dentro de uma instituição de ensino devem ser maiores que qualquer diferença social, a chamada educação inclusiva traz a ideia de que todos devem passar por uma unidade escolar e adquirir dela o melhor aproveitamento que se pode ter. As políticas e práticas inclusivas referem-se ao ensino de qualidade suprindo necessidades que existem na sociedade. Nesse contexto, o livro traz uma parte da história da educação no Brasil e como foi instalada a ideia de mudança no ensino para que as escolas pudessem adequar seu currículo às necessidades especiais, referindo-se a deficiências físicas e mentais, transtornos globais do desenvolvimento, defasagens de aprendizagem que estejam coligados à problemas sociais e/ou familiares, além de valorizar as diferenças dos alunos trabalhando contra a discriminação de gênero, raça e classe social. Dentro dessa perspectiva, argumenta-se sobre a formação pedagógica e a importância de se ter mais estrutura e preparação durante os cursos superiores de profissionais da educação, seguido da visão de quais são os desafios das escolas brasileiras em torná-las acessíveis desde a infraestrutura até o projeto político pedagógico e o que já funciona dentro do país, através das leis vigentes que defendem a educação inclusiva em território nacional.