Sinopse

O presente trabalho objetivou elucidar e responder ao problema Frege-Geach, o principal problema de filosofia da linguagem moral e lógica direcionado para os expressivistas metaéticos. O resultado deste empreendimento foi negativo. O problema Frege-Geach se manteve de pé: as respostas de expressivistas clássicos e sofisticados foram analisadas e se provaram extremamente problemáticas. As respostas mais "próximas de uma solução" são as respostas dos expressivistas híbridos, representados pelos trabalhos de Michael Ridge. Contudo, a solução de Ridge se mostrou insuficiente para responder adequadamente ao problema Frege-Geach, balançando entre a incompletude ou total incorreção. Assim sendo, o obstáculo construído por Geach continua intransponível até mesmo para os expressivistas híbridos.