Comprometimento Do Trabalhador E Estilos De Liderança: Estudo Realizado Em 10 Fintechs

Sinopse

Esta obra tem o objetivo de demonstrar que a liderança é, em grande parte, responsável pelo comprometimento do trabalhador com suas atividades de trabalho e com os objetivos estratégicos das empresas. O estudo sugere que estruturas de autoridade hierárquica propiciam a existência de chefes cujo papel é o de exercer controle sobre a força de trabalho e o de procurar subterfúgios para o aumento da produtividade e dos lucros. Ao contrário dos líderes, esses chefes não apoiam os trabalhadores no desenvolvimento de um comportamento empreendedor, tampouco na satisfação de suas necessidades de autoestima e autorrealização por meio do trabalho. Este estudo se fundamenta nos estudos da sociologia do trabalho e da psicologia organizacional, os quais enfatizam que a combinação de diferentes estilos de liderança promove o desenvolvimento pessoal e profissional do trabalhador e, por isso, atende ao aumento de produtividade nas organizações empresariais. A pesquisa exploratória foi realizada em 10 fintechs que trabalham para a inovação e otimização do sistema financeiro. Os dados obtidos comprovaram a hipótese de que o aumento do comprometimento se dá quando os estilos de liderança permitem o crescimento pessoal e profissional do trabalhador.