Sinopse

"UMA SIMPLES FAGULHA É CAPAZ DE INCENDIAR UMA GRANDE FLORESTA." (TIAGO 3:5)
Da mesma forma, as palavras têm o poder de construir e destruir, de curar e ferir. Mas qual o impacto que palavras mal pensadas podem ter na vida das crianças?
A responsabilidade de criar alguém com bons valores é enorme, e os pais desempenham papel fundamental na formação moral e social de seus filhos, mesmo com a influência do mundo externo. Mas a boa formação do caráter das crianças não depende só de boas intenções: muitas vezes, sem ao menos perceber, os pais podem agir ou falar de forma a ferir a percepção de mundo e de si mesmos de seus filhos.
Pensando nisso, Elizabeth Pimentel defende a importância da autoconsciência e do cuidado com as palavras na criação de nossos filhos. A partir de suas experiências como mãe e terapeuta familiar, a autora apresenta ferramentas para fortalecer o relacionamento entre pais e filhos e demonstra o papel fundamental da Palavra de Deus na criação das crianças.